domingo, 22 de setembro de 2013

O Brasil e o Mundo em 2007: Cai avião da TAM em Congonhas, Renan Calheiros sucumbe à escândalo, Brasil coleta medalhas no Pan organizado em casa, Corinthians é rebaixado no Brasileiro e Pavarotti, ACM e Paulo Autran saem de cena

O Blog Contando a História prossegue relembrando o que foi notícia em 2007, aliás ano do surgimento do Blog de knunes que começava no UOL uma trajetória de sucesso.



A crise aérea que começou em 2006 prosseguiu em 30 de março com a greve geral dos controladores de voo e teve sue ápice em 17 de julho quando o Airbus A320 da TAM que fazia o voo 3054 ultrapassou a pista do Aeroporto de Congonhas e se chocar contra o depósito de cargas. O avião explodiu em chamas matando 199 pessoas no pior acidente aéreo da história do Brasil. As causas foram muitas: pista sem ranhuras, falha humana e falha nos freios. O caso gerou a demissão do ministro da defesa Waldir Pires. A crise aérea rendeu uma frase irônica da então ministra do Turismo Marta Suplicy: Relaxa e Goza.





Renan Calheiros foi o centro das atenções ao ser acusado de pagar despesas pessoais referentes à pagamento de pensões à jornalista Mônica Veloso. Numa sessão secreta, os senadores absolveram Renan que se licenciou mas renunciou no fim do ano. Mônica por sua vez viveu seus 15 minutos de fama posando nua para uma revista masculina.



Em outro escãndalo político, Joaquim Roriz renuncia ao mandato de senador. Em gravações telefônicas, Roriz discutia a partilha de mais de R$ 2 milhões sacados em uma agência bancária com o empresário Nenê Constantino. Ele não conseguiu explicar a origem do dinheiro e renunciou ao mandato.



Uma cratera de 100 metros de diâmetro foi aberta nas obras da Linha 4 do Metrô de São Paulo matando sete pessoas.



O menino João Hélio Fernandes de 6 anos é brutalmente morto e arrastado durante sete quilômetros por bandidos que roubaram o carro de sua mãe. O crime choca a sociedade.

Mais um caso de massacre em colégio americano. No dia 16 de abril um atirador solitário invade a Universidade Virginia Tech matando 32 pessoas.



Hugo Chávez aprontou das suas. O presidente venezuelano colecionou derrotas, como a rejeição em referendo sobre a reforma política, fechou a RCTV, mas acabou tomando um Porque não te callas do Rei da Espanha Juan Carlos.



Por muito pouco o Brasil não ganha o concurso de Miss Universo, mas a mineira Natália Guimarães ganhou seu lugar no coração dos brasileiros.

A Record ultrapassa o SBT e se torna a vice líder de audiência no Ibope atrás apenas da Rede Globo.







Com gastos exagerados, o Rio de Janeiro organizou os Jogos Pan Americanos de 2007 e o Brasil brilhou terminando em terceiro lugar com 52 medalhas de ouro e 157 no total.







Na Fórmula 1 o finlandês Kimi Raikkonen se tornou campeão num final surpreendente com a vitória no Grande Prêmio do Brasil, quando tudo levava a crer que o campeão seria Lewis Hamilton. O brasileiro Felipe Massa venceu quatro corridas, mas erros cometidos pela Ferrari impediram o brasileiro disputar o título até o fim.









Com quatro rodadas de antecipação o São Paulo foi o campeão brasileiro de 2007, quinto título do tricolor. O campeonato de 2007 marcou a arrancada do Flamengo que saiu da zona de rebaixamento para terminar em terceiro lugar e o rebaixamento do Corinthians que convive com denúncias de lavagem de dinheiro pela MSI e em campo com um time limitado e fraco cai para a Série B.















As perdas de 2007 foram: o tenor italiano Luciano Pavarotti, o ator Paulo Autran, o mímico francês Marcel Marceau, a premiê do Paquistão Benazir Bhutto, o político baiano Antonio Carlos Magalhães, ou ACM, o cineasta Michelangelo Antognoni, o diretor Herval Rossano, o político Enéas Carneiro que ficou famoso com o bordão Meu Nome é Enéas, a nadadora Maria Lenk, a atriz Nair Bello e o ex- presidente da Rússia Bóris Yeltsin.

Em breve os fatos mais marcantes de 2008.

3 comentários: