quarta-feira, 11 de setembro de 2013

O Brasil e o Mundo em 2000: No novo milênio os velhos problemas políticos, o futebol vive seu pior momento, Bush ganha eleição confusa, Gisele brilha na passarela e Guga é o tenista número 1 do mundo

O Blog Contando a História relembra o que de mais importante aconteceu no ano 2000.



A política brasileira assistiu a momentos que envergonharam mais uma vez a nação. O Brasil assiste na tela da TV Senado a um embate histórico entre dois inimigos políticos: Jader Barbalho e Antônio Carlos Magalhães que trocavam ofensas entre si chamando - os de mau caráter, safado, ladrão entre outros termos chulos.



Em São Paulo, Nicéa Camargo denuncia o esquema de corrupção envolvendo o ex- marido, o então prefeito Celso Pitta. Na denúncia, Nicéa afirma que Pitta pagou propina para vereadores da Assembleia Municipal que impediram a criação de uma CPI. Pitta foi afastado por 18 dias, retornou, mas o estrago estava feito.





O escândalo do TRT envolveu o juiz Nicolau dos Santos Neto, o Lalau e o senador Luiz Estevão, que na época era do PMDB. Eles foram os principais acusados de desviar R$ 169 milhões das obras do TRT. Por ser senador, ele acabaria sendo cassado em junho e perdeu os direitos políticos por 14 anos. Já o Juiz Lalau teve de negociar sua prisão, o que acabou acontecendo em dezembro.



A tão aguardada chegada do ano 2000 trouxe alegria, mas o tal bug do milênio não aconteceu. E foi também o ano em que o Brasil comemorou seus 500 anos, mas a festa foi um vexame de dar dó. A réplica da caravela que veio de Portugal deu problema e o ministro do Turismo Rafael Greca foi demitido.







O Brasil de 2000 assistiu a mais uma demonstração de ineficiência da segurança pública. Na tarde de 12 de junho uma ação desastrosa da PM terminou com o sequestro do ônibus 174. Por mais de 5 horas os passageiros do ônibus ficaram sob a mira do revólver pelas mãos de Sandro do Nascimento, sobrevivente da Chacina da Candelária em 1993. Pela TV o Brasil assistiu ao dramático desfecho quando Sandro e a refém Geisa Gonçalves Firmo desceram do ônibus. Ela era escudo do assaltante. Os policiais negociavam com o assaltante, mas um outro policial surge de trás e atira no criminoso, que ao mesmo tempo atira em Geisa. Ela morre no hospital depois de ser atingida por cinco tiros e Sandro é morto asfixiado pelos PMs.



Num crime bárbaro o então diretor de redação do jornal O Estado de S. Paulo Antonio Pimenta Neves mata a tiros a então namorada Sandra Gomide. Pimenta Neves está preso desde 2011.

Um vazamento nos dutos da plataforma da Petrobras derrama mais de 500 mil litros de óleo na Baía de Guanabara.



O Papa João Paulo II pede perdão aos erros da Igreja Católica em 2000 anos como a Inquisição e as Cruzadas além de desrespeito à outras religiões e culturas.



Numa confusa eleição, George W. Bush é eleito novo presidente dos Estados Unidos. A confusão acontece na Flórida quando os votos foram recontados na mais tumultuada apuração da história.



Na Rússia afunda o submarino Kursk com 118 homens compondo a tripulação. O submarino afundou no Mar de Barents.



Sinônimo de avião seguro, o Concorde sofre seu mais grave acidente quando um vazamento de combustível causou incêndio na asa esquerda e sem força não conseguiu decolar matando 113 pessoas.

Um avanço na ciência com a descoberta do rascunho do sequenciamento completo do genoma humano por cientistas americanos e ingleses.



Na TV o Brasil adere à onda dos realitys com a estreia de No Limite, que se torna mania nacional. A cabeleireira Elaine foi a vencedora do programa.



Ela brilha na passarela: Gisele Bündchen estoura no mundo da moda com contratos milionários e desfiles que chamam a atenção de todos.





Depois de 7 anos sem tocar nas corridas de Fórmula 1 o Hino Nacional Brasileiro volta na histórica vitória de Rubens Barrichello no Grande Prêmio da Alemanha. Foi a primeira de 11 vitórias da carreira, mas no fim quem comemorou o título foi Michael Schumacher que no mesmo ano supera as vitórias de Ayrton Senna.



Na Fórmula Indy só deu Brasil. Oito vitórias e o título sofrido para Gil de Ferran. Pilotando pela Penske, Gil foi campeão pela regularidade num campeonato dominante. No fim do ano os direitos de transmissão passam a ser da Rede Record.





Um ano de ouro para Gustavo Kuerten, o Guga. O tenista brasileiro se torna o número 1 do mundo conquistando o título da Masters Cup em Lisboa derrotando na final ao americano Andre Agassi, antes em junho conquista pela segunda vez o torneio de Roland Garros numa final épica com o sueco Magnus Norman.





Nas Olimpíadas de Sydney o Brasil coleta 12 medalhas, mas faltou a medalha de ouro. Numa sucessão de decepções, o destaque ficou por conta do refugo de Baloubet du Rouet que tirou uma medalha de ouro certa do cavaleiro Rodrigo Pessoa. Na lista de decepções tivemos o vôlei de praia tanto no feminino como no masculino deixando o ouro escapar, Robert Scheidt caindo na armadilha do inglês Ben Ainslie e o vôlei feminino parando em Cuba. Foram seis pratas, duas no judô com Carlos Honorato e Tiago Camilo, no vôlei de praia masculino com Zé Marco e Ricardo e no feminino com Shelda e Adriana Behar, Robert Scheidt na classe Laser e com o atletismo e a equipe de revezamento 4 x 100 e 6 bronzes com as equipes femininas de vôlei e basquete, a equipe de saltos no hipismo, Torben Grael na classe Star, Sandra e Adriana no vôlei de praia feminino e com o revezamento 4 x 200 na natação.



O Corinthians se tornava campeão mundial de clubes na primeira edição do torneio organizado pela FIFA.









E o futebol, hein? 2000 foi um ano que o esporte mais popular do país foi alvo de uma CPI. A seleção brasileira passava vergonha na Olimpíada ao ser eliminado por Camarões que tinha 9 jogadores. O Gama entrava na Justiça comum exigindo sua permanência na Série A, o surgimento da Copa João Havelange, o mais desorganizado campeonato brasileiro da história que era organizado pelo Clube dos 13 com 116 clubes. O São Caetano apareceu para o Brasil ao eliminar o Fluminense que deveria jogar a Série B e depois Palmeiras e Grêmio. Só que na final o Vasco de Romário acabou sendo o campeão. A partida de volta em 30 de dezembro em São Januário foi paralisada devido à queda do alambrado. A superlotação deixou 168 feridos e fez de Eurico Miranda, cartola do Vasco inimigo público. A decisão foi realizada em 18 de janeiro de 2001 e o Vasco se tornou campeão vencendo o Azulão.







No ano 2000 nos despedimos de Barbosa, o goleiro que foi crucificado como vilão da perda da Copa do Mundo de 1950, da atriz Sandra Bréa, do cartunista Charles Schulz, criador de Snoopy, do zagueiro Domingos da Guia, dos cantores João Nogueira, Wilson Simonal e do compositor Baden Powell, do jornalista Barbosa Lima Sobrinho e do corredor Emil Zatopek.

Em breve os fatos mais marcantes de 2001, o ano em que o mundo nunca mais seria o mesmo.

11 comentários:

  1. como pode 2 mundias e só uma libetradores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia o regulamento e quem participa dos mundiais de 2000 e de todos os seguintes a partir de 2005 até hoje... se não entender e pq não quer entender.

      Excluir
  2. O escândalo de Jader Barbalho e Antônio Carlos Magalhães foi em 2001.

    ResponderExcluir
  3. Respostas
    1. Piada é chamar Copa Rio de Mundial ...
      Piada é chamar um jogo de mundial.
      Piada é a hipocrisia de desdenhar do titulo alheio como se não fosse comemorar caso ganhasse.

      Excluir
    2. Piada é chamar Copa Rio de Mundial ...
      Piada é chamar um jogo de mundial.
      Piada é a hipocrisia de desdenhar do titulo alheio como se não fosse comemorar caso ganhasse.

      Excluir
    3. Primeiro lugar é Corinthians, tenha respeito, cada um torce em um time, você não gostaria que eu falasse assim do seu time, é a mesma coisa.

      Excluir
  4. nasceu meu filho especial com paralisia luiz fernando

    ResponderExcluir