quinta-feira, 22 de agosto de 2013

O Brasil e o Mundo em 1991: Cai a União Soviética, EUA humilha Saddam na Guerra do Golfo e Senna conquista o último título do Brasil na Fórmula 1

O Blog Contando a História relembra o que de mais importante aconteceu em 1991, um ano que entrou pra história com o fim do comunismo e da União Soviética.





1991 entrou para a história como o ano em que a União Soviética se desintegrou em uma velocidade espantosa. Tudo começou com um golpe fracassado contra Mikhail Gorbatchev que durou três dias e deixou o mundo em suspense. Depois as quinze repúblicas iniciaram o processo de separação iniciando com as repúblicas Estônia, Letônia e Lituânia. No dia 8 de dezembro era declarada a extinção da URSS e a criação da Comunidade de Estados Independentes (CEI). No dia de Natal, Gorbatchev renuncia ao cargo e decreta oficialmente o fim da União Soviética dando lugar a 15 nações independentes, como a Rússia. No dia 31 de dezembro a bandeira antiga com a foice e o martelo, símbolos do comunismo saíram de cena para dar lugar a bandeira russa. Bóris Ieltsin assumia o poder na Rússia, pouco tempo depois de se tornar o herói da resistência durante o golpe.





Na madrugada de 16 para 17 de janeiro baterias antiaéreas americanas rasgavam os céus de Bagdá, a capital do Iraque dando início à primeira Guerra do Golfo. Durante 44 dias tropas dos EUA e dos países aliados conseguiram derrotar o exército iraquiano de Saddam Hussein. O ditador iraquiano tinha como único recurso os mísseis SCUD que foram lançados contra Israel. No fim de fevereiro uma ofensiva terrestre eficiente que durou 100 horas fez com que Saddam se rendesse e assim as tropas iraquianas desocuparam o Kuweit que havia sido invadido no ano anterior. A derrota humilhante fez com que Saddam sofresse com a série de embargos que o Iraque sofreria até a nova Guerra do Golfo em 2003.



Durante a Guerra do Golfo a rede de TV americana CNN ganhou destaque mundial por sua atuação no front de batalha. Na cobertura dos combates se destacou o repórter Peter Arnett.



No Brasil Fernando Collor teve um ano complicado sofrendo com críticas fortes de setores da sociedade e da imprensa que denuncia casos de corrupção. Tantas críticas fez com que sua imagem se desgastasse ao longo do ano e em um discurso em Juazeiro, no Ceará disse ter "aquilo roxo". A economia ia mal e com o fracasso do Plano Collor foi decretado o Plano Collor II. Zélia Cardoso de Mello saiu e entrou em seu lugar o diplomata Marcílio Marques Moreira. Em agosto a crise chega ao casamento com a então primeira dama Rosane. Em uma audiência pública, Collor circulou sem a aliança e durante uma missa comemorativa do aniversário da extinta LBA, Rosane chorou diante das denúncias devastadoras de corrupção na entidade. O imexível Antonio Rogério Magri acabou vendo a Previdência se desfazer em um escândalo monumental onde uma usina de fraudes e marajás usava a Previdência para roubar os cofres públicos. Em outro escândalo denunciado pelo jornal O Globo houve superfaturamento para aquisição de uniformes do exército. No fim do ano mais um escândalo, desta vez na saúde com o escândalo do superfaturamento de bicicletas que envolvia o então ministro da Saúde Alceni Guerra. Assim o governo Collor começava a ruir. E a economia ia às alturas com o dólar valendo Cr$ 1000,00.



Em 91 a AIDS ainda preocupava e o astro da NBA Magic Johnson anuncia ser portador do vírus HIV.







A música sertaneja explode no país em 91. Nesse ano a dupla Chitãozinho e Xororó estoura nas paradas levando multidões, assim como Leandro e Leonardo com o sucesso Pense em Mim e os emergentes Zezé di Camargo e Luciano com o hit É o amor. O romantismo saía do campo rural e migrava para as cidades.









O SBT incomoda a concorrência com o lançamento de novos programas, dentre eles o Aqui Agora, telejornal que ia ao ar no fim de tarde onde registrava tragédias do cotidiano com destaque para as crônicas de Gil Gomes e as novelas mexicanas como Carrossel, que incomodou e muito a audiência do Jornal Nacional que teve de mudar sua pauta para abordar temas populares e a novela O Dono do Mundo de Gliberto Braga que trouxe Antônio Fagundes no papel de um vilão, o médico mau caráter Felipe Barreto. Outro destaque do ano foi Serginho Groisman que deixava de ser conhecido regionalmente por conta de seu desempenho no Matéria Prima da TV Cultura para ganhar o país com seu Programa Livre. A novela Vamp, exibida pela Rede Globo conquista a criançada com a mistura de humor com vampirismo. O ator Ney Latorraca transforma o conde Vlad em personagem querido por conta do humor sarcástico



Nos Jogos Pan Americanos de Cuba, o Brasil conquista 69 medalhas, sendo 21 de ouro e uma das medalhas mais festejadas foi a do basquete feminino quando Paula e Hortência aniquilaram as cubanas e fez com que Fidel Castro se curvasse a elas.



Depois de dois vices, o São Paulo conquistava seu terceiro campeonato brasileiro diante da surpresa Bragantino. Era o começo de uma era de ouro do time de Telê Santana e de Raí que brilharia no ano seguinte nas conquistas da Libertadores e do Mundial de Clubes.



Diego Maradona é flagrado no exame antidoping com presença de cocaína. Ele seria suspenso do futebol por 15 meses e iniciava aí sua decadência. Um mês depois era preso por porte e consumo da droga.



Para conquistar o tetra, a CBF demite Falcão e traz a dupla que deu certo no tri só que em papéis invertidos. Carlos Alberto Parreira assume o cargo de técnico e Zagallo assume o cargo de coordenador técnico.



Um recorde que durou 23 anos era quebrado. Na final do salto em distância do mundial de atletismo em Tóquio o americano Mike Powell salta 8,95 quebrando a marca que era de Bob Beamon e que dura até hoje.











Ayrton Senna consolida seu status de melhor piloto da Fórmula 1 conquistando o tricampeonato mundial superando as Williams. Um campeonato que parecia ser fácil no começo quando ganhou as quatro primeiras corridas, uma delas no Brasil especial. Com apenas a 6ª marcha, o piloto faz um esforço sobrehumano e leva a máquina à vitória em um drama no circuito de Interlagos, mas o que seria um título fácil começa a se complicar com a ascensão da Williams com motor Renault e o apetite do Leão Nigel Mansell que passa a ser a sombra do brasileiro levando a decisão para o Japão, mas Senna com uma estratégia eficiente faz com que Mansell erre e na 10ª volta da corrida de Suzuka saia da corrida. Foi o último título mundial de Senna e o último do Brasil num jejum que dura 22 anos pois o país corre sério risco de ficar sem representante ano que vem.







Em 91 calou se a voz de Gonzaguinha, um dos cantores da geração de protesto, o campeão mundial de voo livre Pepê, o cantor Freddie Mercury da banda inglesa Queen, o ator francês Yves Montand, a bailarina Margot Fonteyn e o diplomata José Guilherme Merquior.

Em breve os fatos mais marcantes de 1992.

3 comentários:

  1. Com tantas noticias ruins mesmo assim tenho saudades deste ano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sinto sausades eu tinha apenas 15 anos na epoca

      Excluir
  2. Nada como o tempo ,olha ai em cima a roupa usada pela dupla zezé di Camargo e Luciano,Hoje nem pensar!

    ResponderExcluir